Últimas notícias / releases
  • Enviar
  • Imprimir
  • Favoritos

Data 25/01/2011

Lafarge reduz consumo de água em 20%

A Lafarge Concreto & Agregados reduziu em 20% o consumo de água em suas unidades industriais durante o ano de 2010. 

 

 

 Um conjunto de ações adotadas pela empresa para gestão do recurso resultou em uma economia anual de 81 milhões de litros de água - o suficiente para hidratar durante 34 dias a população de Belo Horizonte, considerando o consumo ideal de água per capita recomendado pela Organização Mundial de Saúde. A iniciativa recebeu, em dezembro, o 1º lugar no Prêmio Furnas Ouro Azul, concedido pelo Ministério das Minas e Energia, que reconhece práticas de proteção e uso racional da água. 

 

Focada em reduzir o consumo sem perder eficiência e produtividade, a Lafarge realizou uma série de ajustes em seus processos, estabelecendo a marca de 250 litros como o consumo ideal por metro cúbico de concreto produzido. O controle do uso de água foi intensificado tanto na extração e no beneficiamento de agregados quanto na produção de concreto. Para isso, foram instalados equipamentos de medição em todas as saídas de água nas plantas industriais operadas nos 45 municípios em que a empresa possui unidades, com divulgação sistemática dos resultados para as equipes.

 

Contatos para a imprensa

S2 Publicom

Tel: (21) 2543-3388

Patrícia Nascimento

patricia.nascimento@s2publicom.com.br

Fernanda Castelo Branco

fernanda.castelo@s2publicom.com.br

 

Ferramentas

Cadastrar:
Favoritos:

Todas as unidades fixas de concreto da Lafarge agora possuem um sistema que permite a armazenagem, filtragem e reaproveitamento da água utilizada, além de um sistema de coleta e

reutilização da água da chuva. A água recirculada é utilizada na produção de concreto e também no controle de umidade de estradas e pátios, evitando a dispersão de poeira.

 

O tanque de água dos caminhões betoneiras, que transportam concreto, foi reduzido de 700 para 250 litros. Com a adaptação, além de estimular o uso mais racional da água, a Lafarge deixou suas betoneiras mais leves, diminuindo os gastos com combustível e o desgaste de vias públicas. Também com o objetivo de melhorar o desempenho operacional e reduzir os impactos ambientais,

a frota de caminhões vem sendo substituída por veículos de quatro eixos - que distribuem melhor o peso da carga.

 

O projeto mobilizou empregados, contratados e parceiros, além de suas famílias, que foram convidadas a contribuir com a iniciativa. Foi organizada uma brigada mirim formada pelos filhos dos empregados, chamada de Guardiões da Água. Os Guardiões são agentes que incentivam boas práticas e protegem a água do nosso planeta. Semanalmente, eles participam da divulgação de informações sobre as iniciativas e práticas da Lafarge em relação à água e dão dicas de economia também no ambiente doméstico. A campanha inclui ainda a distribuição de informativos nas escolas, incentivando as crianças a contarem o que fazem para economizar água através do e-mail guardioesdaagua@lafarge.com .

 

"Havíamos assumido a meta de reduzir em 10% o consumo de água, mas o engajamento de nossas equipes fez com que atingíssemos o dobro", diz Daniel Costa, diretor-superintendente da

Lafarge Concreto & Agregados.

 

O projeto conta com o apoio institucional do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM) e da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), que ao longo do ano disponibilizou profissionais para realizar palestras educativas para as equipes da Lafarge.

 

"A preocupação com a água é constante na atividade industrial, pois o recurso é necessário em várias etapas do processo produtivo. Entendemos a importância de combater o desperdício deste recurso dentro e fora da empresa. Nosso objetivo foi liderar uma mudança de cultura em relação à água, incentivando pequenas atitudes diárias de preservação, e servindo de fio condutor a todas as melhores práticas de preservação ambiental", explica Daniel Costa.

 

Entre os compromissos assumidos pela empresa, está a preservação de nascentes e mananciais existentes em suas áreas industriais, o controle da qualidade da água liberada em nossas

operações industriais para que sejam devolvidas à natureza em condições adequadas e a condução periódica de auditorias ambientais e planos de reabilitação para todas as áreas

mineradas.

 

 

Informações Complementares

A Lafarge é líder mundial em materiais de construção, com posições de destaque em todas as suas atividades: Cimento, Concreto & Agregados e Gypsum (Gesso). Com mais de 78 mil

empregados em 78 países, a empresa registrou um faturamento de 15,9 bilhões de Euros em 2009. Em 2010, pelo sexto ano consecutivo, a Lafarge figurou na lista das "100 Empresas mais

Sustentáveis do Mundo". Em seu centro de pesquisas de materiais de construção pioneiro no mundo, a Lafarge coloca a inovação no centro das suas prioridades, contribuindo para a sustentabilidade da construção civil e a criatividade arquitetônica.

 

Presente no Brasil desde 1959, a Lafarge tem aproximadamente 1,6 mil empregados e um parque industrial distribuído nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás, Paraíba, Bahia e Pernambuco. São ao todo oito fábricas e estações de moagem para a produção de Cimento. Na divisão Concreto & Agregados, a empresa possui 41 unidades e três áreas de mineração, todas na região Sudeste. Já as duas fábricas de Gesso estão no estado de

Pernambuco, nas cidades de Petrolina e Araripina. 

 

  • Enviar
  • Imprimir
  • Favoritos

Pesquisa & Inovação

Uma prioridade da Lafarge

Veja o que a Lafarge tem feito na área de Pesquisa & Inovação no setor de materiais de construção. 

LafargeHolcim. Cement, aggregates, Concrete.